5 dicas para reduzir o barulho em casa

Você pode até ser a personificação do Buda: calmo, sereno e complacente. Mas nem todos conseguem aguentar a poluição sonora de veículos correndo a centenas de quilômetros na avenida ao lado da janela, a gritaria de homens empolgados com o resultado do seu time de futebol, a sirene daquela ambulância que insiste em continuar ligada mesmo parada, entre outros sons desagradáveis.

Não é preciso de pesquisa científica para saber que o desconforto sonoro gera estresse e até depressão. Sobretudo quando o excesso de ruído acontece onde não deveria acontecer: na sua casa. As prefeituras das cidades brasileiras contam com orgãos para combater a poluição sonora. No entanto, sabemos como é difícil regular o volume da nossa vizinhança.

Ao menos é possível tentar. A cidade de São Paulo, por exemplo, conta com o Programa de Silêncio Urbano (PSIU), que só em 2014 já arrecadou mais de 18 milhões de reais em multa. Foram mais de 30.000 reclamações realizadas e 26.000 atendidas. Abaixo, 5 dicas curtas e diretas para você reduzir o barulho da sua casa sem precisar recorrer a orgãos municipais e perder muitos cabelos.

1. Isolar a acústica da sua residência. O eHow até ensina como fazer isto manualmente.

2. Tampar frestas da janela para que o som não se propague.

3. Usar espuma antichamas em paredes de gesso.

4. Utilizar cortinas acústicas e pesadas.

5. Comprar protetores auriculares e deixar de lado qualquer projeto mirabolante.

Claro que há outras técnicas para reduzir o volume da sua casa. O blog Arquitetura e Interiores dá uma dica valiosa para você que tem problemas com o barulho da televisão na sala: instalar painéis. O móvel pode absorver o volume da TV e impedir que ele se propague para os dormitórios da casa. Na dúvida, consulte um profissional especializado para encontrar soluções específicas ao seu problema.

Crédito da imagem: Abraservice