BB segue Caixa e aumenta taxa para financiamento imobiliário, mas aumenta prazo

SÃO PAULO – O Banco do Brasil anunciou nesta quinta-feira a elevação de suas taxas de juros do financiamento imobiliário e o aumento do prazo máximo dos financiamento para 35 anos.

Dentro do Sistema Financeiro Imobiliário , válido para imóveis acima desta faixa de custo, a taxa de balcão para moradias passou de 11,5 para 12,5 por cento ao ano. Com relacionamento, a taxa pode ser de 11 por cento ao ano.A presidente da Caixa alegou que, com todas as medidas anunciadas nesta terça, tem que haver uma elevação de 13% dos recursos destinados ao crédito à habitação, ou R$ 16,1 bilhões. Com isso, a Caixa estima o financiamento de 64 mil unidades complementares em relação ao que foi financiado em 2015.Já para o Sistema Financeiro Imobiliário , em que os imóveis têm valores acima desta faixa, a taxa balcão sobe de 11 para 11,50 por cento ao ano, também em 1º de outubro, para imóveis residenciais. Nos casos de correntistas e servidores, as faixas vão passar de 10,20 a 10,70 por cento para 10,50 a 11,20 por cento anuais.

Segundo o banco estatal, “em função dos maiores preços de captação”, a taxa máxima para o financiamento com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo vai subirá 0,5 ponto percentual, para 10,4 por cento ao ano, acrescida da taxa referencial . As novas taxas entram em forcita no dia 18 de maio.

No início desta semana, a Caixa Econômica Federal diminuiu a cota de financiamento de imóveis utilizados para operações com recursos da poupança de 80 para 50 por cento.

Caixa Econômica Federal, também conhecida como Caixa Econômica ou somente Caixa é uma instituição financeira, sob a maneira de companhia pública da governo federal brasileiro, com patrimônio próprio e autonomia administrativa com sede em Brasília e com filiais em todo o território nacional.

Caixa Econômica Federal, também conhecida como Caixa Econômica ou somente Caixa é uma instituição financeira, sob a maneira de companhia pública da governo federal brasileiro, com patrimônio próprio e autonomia administrativa com sede em Brasília e com filiais em todo o território nacional.

No mês passado, a Caixa aumentou pela segunda vez no ano a taxa de juros no financiamento de imóveis residenciais pelo SBPE.

Dentro de determinadas condições, incluindo a de que o tomador tenha conta e relacionamento com o banco, e de ser servidor público, a taxa pode ser de até 10 por cento anuais.