Quer saber onde estão as ciclofaixas? Use o Google Maps

As ciclofaixas já se tornaram uma realidade em muitas cidades brasileiras, como São Paulo, Curitiba, Rio e BH. O tema tem originado bastante troca de informações entre seus apoiadores e detratores. Hoje, contaremos 3 notícias sobre o tema, veja!

Google Maps passará a mostrar ciclofaixas como opções de trajeto

O Google Maps passará a mostrar os caminhos que poderão ser percorridos de bicicleta em São Paulo, Curitiba, BH e Rio. A novidade estreará gradualmente no serviço de mapas do Google. Atualmente, é possível encontrar a localização das ciclofaixas nas cidades citadas, embora não seja possível vê-las pelo Street View – as fotos foram tiradas antes da demarcação das ciclofaixas.

Rota de bicicleta no Google Maps

A versão do Google Maps para Android e iPhone também receberão a atualização. Segundo a assessoria de imprensa, as informações foram conseguidas pelos orgãos oficiais de cada estado. De tudo que foi anunciado, o recurso mais interessante das novidades apresentadas é a rota detalhada. Nela, será possível saber todas as nuances do trajeto com antecedência.

Sem contar que este trajeto é auxiliado pela emblemática voz do Google. O aplicativo também oferecerá informações altimétricas para o ciclista saber a elevação da rua.

Mais da metade dos paulistanos não trocariam carro pela bicicleta

Segundo pesquisa publicada no blog Cidade Sem Fronteiras, 58% da população paulistana não trocariam o carro pela bicicleta. Segundo a autora do blog, a pesquisa foi encomendada pelo Instituto Paraná com uma amostra de 1056 habitantes, realizada entre 15 e 19 de junho. Embora a mesma pesquisa tenha revelado que muita a gente é a favor da bicicleta (mais de 30%), não parece que muitos paulistanos enfrentarão uma ciclofaixa para chegar ao trabalho. Leia a pesquisa completa!

Bikes versus carros

Estreou, na quinta-feira passada (18/06), um documentário explorando a questão que tem ganhado contornos de embate: a indústria automobilística contra bicicletas. Dirigido por um diretor sueco, o documentário percorre dezenas de cidades que adotaram as ciclofaixas, inclusive São Paulo. A ideia do diretor foi retratar a diferença de cultura urbana entre quem dirige e pedala. Confira a reflexão do tema pelos olhos da professora de Faculdade e Urbanismo da Universidade de São Paulo, Raquel Ronik.

Falando em bicicleta, você viu como os bairros de SP serão conectados pelas novas ciclofaixas? :)