Custo médio do aluguel acumula queda real de 3% em 2015

Foto: Wikipedia – Tree Map-Atividades Economicas em Curitiba (2012) (2)

SÃO PAULO – O Índice FipeZap de Locação, que acompanha o custo do aluguel em nove cidades brasileiras, inscreveu ampliação de 1,53% em março de 2015 na comparação com o mesmo mês de 2014.

Nesse mesmo fase a ampliação da inflação medida pelo IPCA foi de 8,13%, fazendo com que ocustoo médio de locaçãoinscrevessee queda em termos reais de 6,11% nos últimos 12 meses.

Como a inflação, medida pelo IPCA, foi de 10,67% no ano, o índice de locação teve queda real de 12,66% em 2015. De acordo com a Fipe, todas as cidades analisadas tiveram resultados inferiores à inflação, e três delas mostraram quedas nominais.Considerando somente o mês de março a variação foi de somente 0,03%, segundo o índice. Das 20 cidades brasileiras avaliadas, seis tiveram variação negativa e doze tiveram ampliação inferior à inflação no terceiro mês do ano, sendo Curitiba e Florianópolis as únicas cidades com aampliaçãoacima das expectativas .

Enquanto Curitiba, Santos e Brasília foram as cidades que inscreveram queda nominal no custo médio, na comparação mensal , Salvador e São Bernardo do Campo inscreveram as maiores ampliações.

Ainda segundo o documento, mandado àoijornalismopor e-mail, todas as cidades que compõem o índice rinscreveramvariações inferiores à inflação em 2015. Os custos em Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília e Niterói exibiram queda nominal em 2015.

Curitiba é um município brasileiro, capital do estado do paraná, localizado a 934 metros de altitude no primeiro planalto paranaense, a aproximadamente 110 quilômetros do mar atlântico, distante 1 386 quilômetro a sul de brasília, capital federal.

O preço médio anunciado para locação por metro quadrado nas nove cidades pesquisadas em janeiro/2015 foi de R$ 34/mês. A cidade com o m² mais caro foi o Rio de Janeiro , seguida por São Paulo . O aluguel mais barato foi em Curitiba .

Confira os preços médios de cada uma das cidades pesquisadas, do maior para o menor:

Os preços anunciados para locação considerados para o cálculo do índice são para novos aluguéis. Ou seja, o Índice FipeZap de Locação não mede a variação dos contratos vigentes .