Depois de subir em janeiro, custo de imóveis no Brasil cai em fevereiro

Foto: Wikipedia – Manaus aerea aeroportoeduardogomes

SÃO PAULO – A plataforma de anúncios imobiliários VivaReal inscreveu que, nos últimos 6 meses, o valor médio do m² em todo o Brasil teve uma queda de 0,82%. Em janeiro, esse valor teve uma valorização de 1%, mas voltou a cair em fevereiro.

Analisaram-se os setores imobiliários de 32 cidades brasileiras para instituir o índice DMI, . De todas as analisadas, somente cinco tiveram valorização acima da inflação – Manaus, Fortaleza, Belém, Natal e Curitiba. Por outro lado, dez cidades exibiram uma variação negativa de custos, que menciona queda – as maiores foram Niterói, Porto Alegre e Recife.

Feito desde 2013 com base em 4 milhões de imóveis localizados em 30 cidades brasileiros, o levantamento deduziu que instabilidade e limitações no crédito imobiliário afetaram o equilíbrio da oferta e procura de imóveis.Por sua vez, as vendas de imóveis viram perdas reais de 8,1% em 12 meses, segundo o FipeZap. Considerando somente o mês de março a variação foi de somente 0,03%.

Manaus é um município brasileiro, capital do estado do Amazonas e o principal centro financeiro, corporativo e econômico da Região Norte do Brasil.

Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife são as cidades com os m² para venda mais caros do país. 4.825, em Brasília ele chega a R$ 8.214 e, em São Paulo, R$ 6.842, enquanto o valor médio do m² para venda no Brasil é de R$.

AluguelO DMI inscreveu uma desvalorização de 1% para o aluguel no acumulado dos últimos seis meses, sendo que em fevereiro o valor médio do m² ficou estável. Enquanto João Pessoa, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro foram as cidades que exibiram maior desvalorização nos custos, as capitais com a maior variação positiva do custo do aluguel foram Florianópolis, Belém, Natal, Manaus e Salvador.

Tal como no caso da venda de imóveis, as cidades com o m² para aluguel mais caro do Brasil são Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.